Rodrigo Lorenzi

Rodrigo de Lorenzi é jornalista, formado pela PUCPR. Foi colunista de cinema na Gazeta do Povo e ganhador do prêmio Sangue Novo no Jornalismo Paranaense. Escreve sobre séries e TV em geral. Ainda não superou o fim de Breaking Bad.
Olhar em Série

‘Sense8’ se despede de forma confusa e sem direção, mas ninguém se importa

É, eu sei. Devo ser uma pessoa amarga, triste e que não entendeu a grandiosidade da obra de arte que…
Olhar em Série

‘Investigação Criminal’ choca ao mostrar o pior do ser humano

Não há muito o que falar sobre a qualidade técnica de Investigação Criminal. Produzida e exibida originalmente no canal a cabo…
Olhar em Série

A leveza da primeira temporada de ‘Dawson’s Creek’

Culpem a chegada dos meus 30 anos. Este colunista achou que não ia entrar numa crise existencial, mas entrou. Nem…
Olhar em Série

Segunda temporada de ’13 Reasons Why’ é uma cartilha brega e perigosa

Se o primeiro ano de 13 Reasons Why viveu seu auge de audiência em meio a críticas ferrenhas de psicólogos e…
Olhar em Série

O olhar sensível do novo ‘Queer Eye’

Programas de transformação já são batidos na televisão. Os chamados makeovers seguem uma estrutura básica de pegar alguém com determinados…
Olhar em Série

Em seu sétimo ano, ‘Homeland’ entrega uma de suas melhores temporadas

Poucas séries têm a chance de se reinventar depois de uma temporada ruim, mas Homeland não só teve a oportunidade…
Olhar em Série

Segunda temporada de ‘3%’ resiste a despeito do ranço do público brasileiro

É curioso perceber como somos tão críticos em relação ao nosso produto. A primeira temporada de 3%, primeira série brasileira…
Olhar em Série

‘La Casa de Papel’ e o poder de uma boa história

De vez em quando aparecem uns fenômenos por aí que dão certo por causa do boca a boca, talvez a…
Olhar em Série

‘Easy’ e as crônicas do amor moderno

Se o diabo está nos detalhes, Easy consegue esmiuçar nossos demônios ao narrar o que não conseguimos explicar ou o que…
Olhar em Série

Segunda temporada de ‘American Crime Story’ mostra um sociopata vivendo em um mundo doente

Se o mundo como nós conhecemos só existe porque reprimimos o sexo e violência (de acordo com o tio Freud),…
Close