Canal Zero

Ao confinar pai e filha, BBB 2018 ganha elementos inéditos à dinâmica do programa

'Big Brother Brasil' explora convivência familiar como trunfo na atual edição.

Em sua décima oitava temporada, o reality Big Brother Brasil parecia não ter muita novidade a apresentar, mas achou uma solução bem criativa para inovar nesta edição. O programa levou para dentro da “casa mais vigiada do Brasil” uma família inteira. Até aí nada de surpreendente, na edição passada duas duplas de irmãos gêmeos também entraram no programa. A grande sacada foi, dentre os 4 integrantes, deixar o público escolher 2, que seguem no programa como um integrante só.

Deve estar se perguntando por que trato isso como novidade, afinal, em A Fazenda, as irmãs Pepe e Neném viveram uma situação semelhante. Vamos lá: em uma espécie de pré-estreia, no dia 22 de janeiro, conhecemos a família Lima. Formada por Ayrton e Eva (os pais), Ana Clara (a filha de 20 anos) e Jorge (o sobrinho que foi criado praticamente como irmão de Ana Clara). E logo na primeira semana o quarteto protagonizou uma polêmica: a relação de Ayrton e Ana Clara sofreu duras críticas do lado de fora.

http://www.aescotilha.com.br/wp-content/uploads/2018/02/ayrton-ana-clara.png
Selinho entre pai e filha repercute negativamente com o público do ‘BBB’. Foto: Reprodução.

O público viu com maus olhos um selinho prolongado que o pai deu na filha durante a primeira festa do reality, uma cena em que o patriarca aparece deitado sobre a jovem em uma das camas do confinamento e um momento em que Ana Clara pediu a ajuda de Ayrton para colocar o microfone depois de sair do banho e o homem abre a sua toalha para checar se ela havia colocado calcinha. A repercussão negativa foi tamanha que a direção do BBB chegou a convocar os integrantes da família no segundo dia de confinamento para uma conversa ao vivo sobre a intimidade entre eles (veja aqui).

Esta intervenção foi algo inédito no jogo: nunca antes a produção havia passando informações externas aos participantes. E isso não passou despercebido por eles. “Para ele (Tiago Leifert) ter chamado realmente, esse negócio do beijo deve ter dado alguma coisa…Eu só vou ficar preocupado se as pessoas inventarem coisas sobre mim”, disse Ayrton após a conversa. E claro que com isso a relação de pai e filha mudou.

Ayrton e Ana Clara são os escolhidos da Família Lima para continuarem no jogo. Foto: Reprodução.

Mas isso foi suficiente para que no domingo (dia 28 de janeiro) o público escolhesse pai e filha para seguir no jogo, eliminando Eva e Jorge. Afinal, Big Brother sem polêmica não é Big Brother. Ambos seguem no jogo como um único integrante, ou seja, votam como um só, participam das provas como um só e são indicados ao paredão como um só.

E agora, pode-se dizer que a “família Lima” não só movimenta a casa, como se tornou a atual protagonista desta edição do BBB. Isso porque a edição do programa escolheu focar, principalmente nas festas, na situação inédita que é ter um pai e uma filha dentro da casa. Ana Clara é uma jovem que quer viver intensamente o reality, tanto que, juntamente com Breno, protagonizou o primeiro beijo da edição.

Depois disso, ela tenta aproveitar as festas, mas é constantemente vigiada pelo pai. Sendo assim, nos poucos momentos em que conseguiu escapar do olhar atento do pai, Ana chegou a flertar com Breno, mas o rapaz se mostrou reticente em tomar qualquer atitude em razão da presença do pai dela. Além disso, Breno também se envolveu com a recém-eliminada Jaqueline, formando um “triângulo amoroso” com direito a um “vilão”, que movimentou as últimas semanas.

Ana Clara e Breno protagonizam primeiro beijo do reality
Ana Clara e Breno protagonizam primeiro beijo do reality. Foto: Reprodução.

Em sua décima oitava temporada, BBB parecia não ter muita novidade a apresentar, mas achou uma solução bem criativa para inovar nesta edição.

Outro ponto interessante de comentar é que parece haver uma unanimidade em relação a Ayrton: nenhum participante gosta dele. Arrogante e inseguro, o patriarca da Família Lima é uma metralhadora de gafes e comentários descabidos, o que acaba por afastá-lo do convívio com o restante da casa. Quem infelizmente não consegue evitar essa conexão é a pobre Ana Clara, única responsável pela não indicação da dupla no último paredão.

Ou seja, ao confinar pai e filha, o reality trouxe um ingrediente a mais para sua narrativa, que rende elementos inéditos à dinâmica do programa. Um prato cheio para a edição do BBB.

link para a página do facebook do portal de jornalismo cultural a escotilha

Tags

Gabrielle Russi

Gabrielle Russi é formada em jornalismo pela PUCPR, em Cinema Digital pela Cinemateca de Curitiba e atualmente cursa uma pós-graduação em Intermídias Visuais. Trabalhou no setor de Comunicação da Fundação Cultural de Curitiba e na Bienal de Curitiba, desenvolvendo uma profunda paixão por todos os setores culturais. Sempre possuiu um "Guilty Pleasure" em assistir teledramaturgias brasileiras e assumiu esse vício ao escrever a monografia "Jornalismo e Dramaturgia: Representações dos Personagens Jornalistas nas Telenovelas”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close