COMPARTILHE
A Vizinhança do Tigre
Cena de "A VIzinhança do Tigre". Foto: Divulgação.

Estreia hoje em Curitiba, no Cine Guarani e na Cinemateca,A Vizinhança do Tigre, potente híbrido de documentário e ficção, com direção do mineiro Affonso Uchoa, vencedor dos prêmios de melhor filme tanto do júri quanto da crítica na Mostra de Tiradentes 2014 e da Associação Brasileira dos Críticos de Cinema (Abraccine) no Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba, no mesmo ano.

O longa retrata o cotidiano de cinco garotos, alguns ainda na adolescência, moradores de um bairro na periferia de Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte: Juninho, Neguinho, Eldo, Adilson e Menor. Meio homens meio meninos, consomem e traficam drogas, andam de skate, brincam de ser bandidos, dançam e cantam rap, e se desnudam de corpo e alma para a câmera. O resultado é interessantíssimo.

O filme nasceu sem roteiro algum, a partir de visitas que Uchoa fez à comunidade. Foi a partir de um contato mais intensivo com os garotos, estudando seus cotidianos, que acabou encontrando os atores com quem se interessou em trabalhar, e começou a pensar os personagens. Tinha mais de 30 horas gravadas e compôs um roteiro em que muitas cenas já haviam sido filmadas. Pensou em questões fundamentais para cada personagem, alguns desafios e motivações e imaginou algumas sequências e, por já os conhecer, escreveu situações que alguns deles já haviam vivido.

O filme nasceu sem roteiro algum, a partir de visitas que Uchoa fez à comunidade.

O roteiro teve muitas cenas que não foram filmadas e outras gravadas sem estarem escritas, pois a relação avançou, a vida deles também e havia situações que deixaram de fazer sentido, enquanto outras se mostravam mais urgentes.

E essa urgência é o ponto forte do longa, que arrebata pela coragem de não se render ao mero melodrama social, e buscar chegar muito próximo da realidade que retrata, captando a respiração da vida que se dá diante do olhar da câmera.

Assista ao trailer de A Vizinhança do Tigre

fb-post-cta

REVIEW GERAL
A Vizinhança do Tigre
COMPARTILHE
Artigo anteriorEstela Santos: "Um dos grandes papeis da literatura é ser social"
Próximo artigoMeu primeiro contato com a morte
Paulo Camargo é jornalista formado pela Universidade Federal do Paraná - UFPR (1990), mestre em Teoria e Estética do Audiovisual (Universidade de Miami, 2002), onde foi bolsista da Comissão Fulbright, e professor dos cursos de Jornalismo da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e do Centro Universitário UniBrasil. Também leciona em cursos de pós-graduação da PUCPR e da Universidade Tuiuti do Paraná, onde é doutorando no programa de Comunicação e Linguagens. Foi editor de Cultura, crítico de cinema e repórter especial do jornal Gazeta do Povo (PR), diário no qual atuou entre 1996 e 2014. É integrante da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). Trabalhou nos jornais O Estado do Paraná e Folha de S. Paulo.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA