Alimentar

Lava tua louça

Faça do processo uma terapia – pia limpa vai te ajudar a cozinhar mais e se alimentar melhor.

“Lave a louça na hora, não deixe para depois, porque encontrar uma bagunça grande depois da refeição pode desmotivar a volta à cozinha e sobrecarregar você”.

Esse é um pequeno trecho do livro O Peso das Dietas, da nutricionista francesa Sophie Deram. Radicada no Brasil, ela é doutora em Endocrinologia pela USP e uma das maiores autoridades e defensoras de comportamento alimentar – linha que sugere que a maneira como comemos influencia tanto quanto os nutrientes. E, sim, deixar a cozinha em ordem influencia e muito na sua vontade de encarar as panelas e preparar o jantar. E, já sabemos, cozinhar, como defendem vários autores e o Guia Alimentar para a População Brasileira, é essencial para nos alimentarmos melhor.

Voltando ao trecho do livro. Tenho um casal de amigos que pendurou na cozinha uma frase genial: “enquanto você estiver vivo, vai ter louça”. Eles cozinham muito. Esse “problema”, digamos assim, é comum para quem faz a maioria das refeições em casa. Porque, tudo que não sai de um pacote (ou que não sejam tão práticas de comer quanto uma maçã ou uma banana) requer o mínimo de preparo. E é de faca em faca e de copo d’água em copo d’água que a pia vira um monstrengo incontrolável.

É de faca em faca e de copo d’água em copo d’água que a pia vira um monstrengo incontrolável.

Para quem não tem a $orte de ter uma lava-louças (descobri recentemente que a economia de água com o eletrodoméstico é gritante em relação ao modo tradicional de lavar), a dica é seguir a orientação da Sophie. Parece difícil, mas é o desenvolvimento de um hábito: enquanto prepara o jantar, já vá lavando tudo o que usar. No final, a gente sempre precisa esperar algo terminar de assar ou cozinhar. Aproveite esse tempo para deixar tudo em ordem. Em receitas mais elaboradas, a regra precisa ser seguida ainda mais à risca. Senão, na metade do processo já está tudo desorganizado e a vontade é largar, parar tudo no meio e dormir com fome. Ou, pedir uma pizza.

Tem pesquisas que já comprovam que cozinhar pode funcionar como uma espécie de terapia: trabalhos manuais costumam nos relaxar. Encare a pia da mesma forma. Coloque uma boa música, calce as luvas (caso use) e pense na vida enquanto ensaboa os pratos.

Se não conseguir mesmo (mesmo!) resolver na hora, ao menos deixe a pia organizada. Jogar uma louça por cima da outra, sem o mínimo de ordem, vai deixar você ainda mais desanimado para lavar tudo quando chegar do trabalho.

Um lavador de louças que se preze também é metódico. Pia organizada, é hora de começar. Eu prefiro sempre os pratos, seguidos pelos copos. Talheres (detestáveis) e, no final, as panelas. Alguns amigos começam pelos copos e outros não seguem ordem nenhuma (uma afronta, costumam ser os não profissionais).

E você, por onde começa a lavar sua louça?

Lembrete:

A louça, o jantar e todos os afazeres de casa são uma obrigação de todos que moram na casa: as mulheres dedicam duas vezes mais tempo do que os homens no trabalho doméstico, o que nos priva de uma série de coisas (lazer, educação, descanso, etc). Com isso, a nossa jornada total de trabalho semanal, junto com o doméstico, alcança 55 horas. A média dos homens é de 50 horas.

Tags
Mostre mais

Isadora Rupp

Isadora Rupp é natural do interior do Paraná e está em Curitiba há mais de 10 anos. É formada em jornalismo pela Universidade Positivo e especialista em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Foi repórter do jornal Gazeta do Povo por cinco anos – quatro deles no suplemento cultural. Também fez textos críticos para a revista de cinema Juliette.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close