Vale um Like

A delicadeza apaixonante de ‘Extraordinário’

Com a estreia no cinema do longa-metragem baseado no livro de R. J. Palacio, vale a pena também a leitura da obra que mostra a força transformadora da gentileza pela história de superação do garoto Auggie Pullman.

Extraordinário, filme que chega nesta quinta-feira, dia 7 de dezembro, às salas de exibição, tem tudo para repetir nas bilheterias o êxito do best-seller da escritora R. J. Palacio. A produção, protagonizada por Jacob Tremblay (ator de 11 anos que ganhou fama mundial ao estrelar o longa-metragem O Quarto de Jack), Julia Roberts, Owen Wilson e que conta ainda com a participação especial de Sônia Braga, é a adaptação para a tela grande da obra infantojuvenil lançada pela autora norte-americana em 2012.

Tive a oportunidade de assistir a uma sessão de pré-estreia em São Paulo e  – como esperado – o filme arrancou lágrimas e sorrisos de uma plateia bastante eclética. Publicado no Brasil pela editora Intrínseca, Extraordinário já ultrapassou a marca dos 500 mil exemplares comercializados no país. No mundo, a obra superou a marca de 5 milhões de unidades vendidas. Um fenômeno que se explica pela força da narrativa, que vai muito além de propor uma discussão sobre o bullying ou de reforçar a necessidade de se aceitar as diferenças.

Capa da edição brasileira de 'Extraordinário'
Capa da edição brasileira de ‘Extraordinário’. Foto: Reprodução.

R. J. Palacio, pseudônimo de Raquel Jaramillo, envolve o leitor de uma forma surpreendente com a trajetória de August Pullman, o Auggie, de apenas 10 anos. O garoto tem uma doença genética rara sem cura, chamada de Síndrome de Treacher Collins (disostose mandibulofacial), enfermidade que atinge principalmente os ossos da face, a mandíbula, o queixo e as orelhas.

O ponto de partida da trama vem de uma situação real vivida pela autora. Ela ficou atônita com a reação dos filhos ao encontrar uma menina com uma deformidade no rosto. Dessa observação cotidiana, nasceu o livro que é capaz de conquistar leitores de todas as idades.

Contada em primeira pessoa pelo próprio Auggie, com direito a capítulos que mostram também a visão dos fatos a partir do olhar de outros personagens, a obra tem um texto ágil, repleto de frases e pensamentos inspiradores, que revelam um protagonista que não se vitimiza diante de sua aparência e da reação das pessoas ao seu redor.

Publicado no Brasil pela editora Intrínseca, Extraordinário já ultrapassou a marca dos 500 mil exemplares comercializados no país. No mundo, a obra superou a marca de 5 milhões de unidades vendidas. Um fenômeno que se explica pela força da narrativa, que vai muito além de propor uma discussão sobre o bullying ou de reforçar a necessidade de se aceitar as diferenças.

Enfrentar a convivência na escola após uma longa batalha contra a doença é um desafio a mais na vida de Auggie, mas o menino – apesar da pouca idade – mostra uma força surpreendente para lidar com a adversidade. Como qualquer criança, ele tem seus momentos de recuo e sofrimento, mas com sua personalidade apaixonante cativa a todos.

Auggie não se entrega à enfermidade e R. J. Palacio nem tem a intenção de que o leitor tenha pena do personagem. O garoto é maior que qualquer problema e – mesmo diante de tantos empecilhos – escolhe a gentileza, o amor, a boa vontade e a esperança para guiar seus passos.

Em tempos de tanta intolerância e descrença, Extraordinário é aquele sopro capaz de mudar os rumos das coisas e de inspirar até o mais cético leitor/espectador. Afinal de contas, nunca é demais compartilhar gentileza…

Confira o trailer de ‘Extraordinário’

Clipe da canção ‘brand new eyes’, com Bea Miller, da trilha sonora de ‘Extraordinário’

 

 

link para a página do facebook do portal de jornalismo cultural a escotilha

Tags
Mostre mais

Cristiano Freitas

Cristiano Luiz Freitas é jornalista, roteirista e produtor cultural com quase 20 anos de experiência em projetos voltados aos públicos infantojuvenil e jovem. Com passagens pela Gazeta do Povo e Grupo RIC, atualmente desenvolve ações em comunicação para o Complexo Pequeno Príncipe. Em seu currículo, constam importantes premiações como o Grande Prêmio Ayrton Senna de Jornalismo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close