Yuri Al’Hanati

Pequeno manual prático de identificação de informação falsa na internet

Se você abriu esta crônica pelo hábito de ler crônicas ou de ler este portal, essa crônica não é para…

Tudo mato

Há um senso de verdade nos clichês e no seu uso apropriado. Sei disso porque meu peito se encheu de…

385

Crônicas em ônibus: um subgênero apreciado. Cronistas andam a pé e de ônibus, nunca de carro, descaradamente disfarçando a ausência…

A arte de cantar a própria aldeia

Como já mencionei em diversos outros textos aqui publicados, nasci e cresci em uma zona litorânea peculiar. Mambucaba, a vila…

O vendedor de abacaxi

O vendedor de abacaxi gosta das minhas botas e do meu casaco de couro. Os guardas gostam de brincar que…

A hospitalidade georgiana

A hospitalidade georgiana precisa ser estudada. Principalmente porque é difícil de avaliar. Encravada entre a Turquia, a Rússia, a Armênia…

O gato que odeia segundas-feiras sem saber o porquê

Segunda-feira é o dia em que estas crônicas minhas são publicadas. É também o dia que o Garfield odeia, mas…

O Brasil de lá

A peça Estrangeiras, de José Luís Peixoto, retrata o encontro de três mulheres lusófonas — uma brasileira, uma portuguesa é…

O sagrado, o profano e o brega

Assim como muitas pessoas, conheci o Iron Maiden por meio das camisetas repletas de demônios, de caveiras e de tudo…

Estou parando de escrever

Não faz muito tempo eu escrevia três matérias jornalísticas por dia, desenhava sete tirinhas de jornal por semana e fazia…
Close