Radar

“La Verità”: estréia da cantora italiana Aramà traz pop brasileiro com sabor internacional

De origem italiana, Aramà aposta em um pop que mescla o Brasil, os ritmos caribenhos e o eurodance com faixas cantadas em português, inglês e italiano.

Nascida na Itália, Giulia Carmentano sempre foi uma apaixonada pela cultura brasileira. Sob o nome Aramà, ela lança seu olhar multicultural sobre o pop nacional em seu disco de estréia, La Verità, cantando em português, inglês e italiano.

Aramà já tem um público fiel e cativo na Itália, mas em 2015 começou a mirar o mercado brasileiro, quando lançou o singleÉ com você”,  ao lado do cantor pop Ivo Mozart, parceiro da banda Pollo no hit “Vagalumes”. A faixa funcionava com o prelúdio do que ela pretendia explorar dali pra frente: um pop que expanda fronteiras e que comunique toda sua pluralidade.

Aramà
Aramà. Foto: Faya Neto.

La Verità é um belo disco de estréia, que nos fisga pelos refrões pegajosos e pelas batidas envolventes. Mesmo que nem sempre coeso, o álbum funciona como um interessante cartão de visitas que pode encantar pelos diferentes ritmos.

A faixa “Magic Evolution”, por exemplo, tem cara de pop internacional, feito pras pistas. Já “Show me your light” é uma das faixas mais grudentas, do tipo que o refrão fica ecoando em nossa cabeça; e, além disso, flerta com o drum and bossa, com aquele ar do início dos anos 2000, indicando que a faixa pode ter mais sucesso na gringa do que no Brasil, porque curiosamente o drum and bossa nunca estourou pra valer em território nacional.

“O Medo”, por sua vez, tem uma letra meio piegas e os trechos em italiano lembram, inevitavelmente, os momentos mais introspectivos da Laura Pausini, formando uma canção bem ruim, porém com cara de que faria sucesso em trilha de novela das sete da Globo. O mesmo acontece com a faixa título “La Verità”, cantada entre o italiano e o português, ao lado de Walmir Borges: de caráter romântico, a faixa soa datada, com ares de final dos anos 90, destoando do caráter mais moderno do disco.

“Summer Sky”, ao lado dos paraenses do Strobo, por sua vez, é o melhor momento do disco: pop, viciante, pronta pra estourar e ouvirmos até enjoar. É a faixa perfeita para single de verão. Espero que ainda ganhe clipe e tenha chances de ser conhecida por um público maior.

Como divulgação do disco, Aramà está lançando um clipe para a faixa “Axé Baba Oxalá”, que tem um clima mais latino e dançante. O vídeo foi gravado em Cabo Verde e traz a imagem da cantora numa linha bem estrela pop intercontinental.

De repertório bastante acessível, Aramà não reinventa a roda, mas traz aromas interessantes ao pop nacional, apresentando uma conexão interessante entre a música pop americana, a cultura brasileira e suas origens italianas, sem soar necessariamente como aquele arremedo de “Brasil para gringo ver”.

De repertório bastante acessível, Aramà não reinventa a roda, mas traz aromas interessantes ao pop nacional.

Há em “La Verità” um respeito e uma real relação da artista com o Brasil, dando uma naturalidade ao disco que pode encantar gringos e brasileiros. Basta agora que as pessoas deem uma chance e ouçam uma artista pop nova, sem que necessariamente ela seja enfiada goela abaixo dos consumidores pelas FMs ou pelo Spotify.

Além da divulgação de “La Verità”, Aramà deverá lançar em breve dois novos singles com participações especiais. Vamos acompanhar!

Ouça ‘Lá Verità’ na íntegra no Spotify

link para a página do facebook do portal de jornalismo cultural a escotilha

Tags
Mostre mais

Renan Guerra

Renan Guerra é jornalista formado pela Universidade Federal do Pampa – UNIPAMPA, e colabora com o site Scream & Yell. É do tipo que pensava ser muito alternativo ao negar o pop, até ser convertido à palavra santa do TLC.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close