crônica

Henrique Fendrich

Meu vizinho, o presídio

De uns tempos para cá, um nicho específico de mercado tem crescido sobremaneira em Pinhais, qual seja, o de encarceramento…
Paulo Camargo

“Senhor está no céu!”

Não me lembro ao certo a primeira vez que fui chamado de senhor. Deveria ter um pouco menos de 30…
Yuri Al'Hanati

A importância de um bom bartender

Creio que todos, ou quase todos, tinham pelo menos duas respostas, quando criança, àquela clássica inquisição sobre o que ser…
Helena Perdiz

Carnaval

Primeiro dia de trabalho depois do Carnaval. O chefe do departamento entrou. – Bom dia a todos, sejam bem-vindos de…
Henrique Fendrich

Pierina e pouco mais

Um dia eu estudarei a fundo a mecânica quântica, apenas para entender por que é que, ao folhear um livro,…
Yuri Al'Hanati

O vício de ficar sozinho

A solidão é um vício dos mais intensos. O que a princípio parece angustiante – o silêncio diante do universo…
Helena Perdiz

Glitter

Estava se arrumando para o Carnaval. Entrou correndo no quarto. – Juarez do céu, eu derrubei todo o pote de…
Henrique Fendrich

Casa de uma avó alemã

Ia-se muito à casa da Oma. Uma oma é uma avó alemã, uma nonna alemã. Uma oma se casa com…
Paulo Camargo

Alameda da memória

Nossos telefones celulares andam repletos de fotos. Elas ocupam uma parte substancial da memória dos aparelhos, mas, ironicamente, lá ficam…
Yuri Al'Hanati

Quase fomos árabes

Os últimos anos do século 20 representaram o derradeiro suspiro da cultura pop islâmica. Um fenômeno sem precedentes que, no…
Close